top of page

Operação Apolo

Atualizado: 28 de jul. de 2023

1.SITUAÇÃO

Utes faz parte do arquipélago Altares: uma colônia portuguesa no mediterrâneo que vem sendo usada ilegalmente por forças russas para apoio logístico na guerra civil ucraniana e a milícias na Líbia.


Apesar de sanções da comunidade internacional, a OTAN não respondeu com ação direta na região, obrigando Portugal recorrer a sua nação irmã Brasil, que realiza ações de sabotagem clandestinamente em conjunto com forças especiais lusitanas.


2.MISSÃO

A Força 2 deve ser inserida por mini submarino a 500 metros da Zona de Desembarque Anfíbio Jaguar, que deve ser alcançado por mergulho autônomo. [respawn em ZDA Jaguar]

OBJ Fagulha: Investigar possível execução de trabalhadores na fábrica de Strelka, coletar evidências através de fotos (screenshots).

OBJ Rastilho: Eliminar o subcomandante do batalhão local: Coronel Vasili Rotov em sua residência.

Para extração, mover para o Ponto de Reunião Próximo ao Objetivo Pégaso-1, onde no topo do farol deve ser acionada uma granada fumígena azul para alertar Centáuro-13: o escalão de segurança português que fará o transporte da Força Kimera.


3.ORGANIZAÇÃO

2xEsq OpEsp leves;


4.QUADRO HORÁRIO

N/A


5.ARMAMENTO E EQUIPAMENTO

N/A


6.MATERIAL ESPECIAL

Cinco cargas de M112 para alvos de oportunidade;


7.RAÇÃO E ÁGUA

N/A


8.RECONHECIMENTO

A segurança da ilha é de responsabilidade do 20° Batalhão de Infantaria Paraquedista do Exército Russo, que defende uma companhia de logística, duas empresas privadas de transporte marítimo e uma companhia de defesa antiaérea.


Grupos de Combate patrulham o litoral; antiaéreas estão no aeroporto; veículos blindados não foram captados e nem forças policiais locais.


9.DIVERSO

9.1 Kit de Primeiros Socorros: usado em qualquer lugar; por qualquer um; gastável.

9.2 Kit Cirúrgico: usado em qualquer lugar; por qualquer um; gastável.


43 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page